31 outubro 2010

Formação: Jesus resgata a autoridade dos pais sobre os filhos

Pai e mãe constituem a autoridade no lar. Não se trata de autoritarismo, dominação, rudeza. A palavra autoridade vem de autor: aquele que detém a autoria. É como quando alguém compõe uma música, o responsável pela criação é o autor.

O pai é coautor, pois participou com Deus na criação de seus filhos: ele detém a autoridade legítima estabelecida pelo próprio Deus sobre a sua casa. Quem quer a perda de autoridade é o inimigo, pois ele é o rebelde e o desobediente desde o começo.

O demônio é contra a autoridade de Deus e, com isso, contra todo tipo de autoridade. Ele é o desordeiro por excelência e quer fazer da sua casa uma confusão. Quando não há autoridade, tudo entra em desordem e se torna um terreno propício para que o inimigo tenha livre acesso.

Deus quer devolver aos pais aquilo que lhes pertence: a autoridade própria de pai e mãe, pois o Senhor quis que o pai fosse o coautor de cada um de seus filhos. Toda a força para resgatar a autoridade dos pais sobre os filhos vem de Jesus, o filho obediente, que está na Santíssima Eucaristia.

Deus abençoe você!

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

(Trecho do livro "Eucaristia nosso tesouro" de monsenhor Jonas Abib)
Fonte: canção nova

Missa na residência do casal Omides e Terezinha no Sítio Curú em preparação a Festa da Padroeira de Jardim do Seridó

Segue com muita devoção as comemorações em preparação a Festa da Padroeira Nossa Senhora da Conceição em Jardim do Seridó. Neste sábado (30) a celebração aconteceu no Sítio Curú, na residência do casal Omides e Terezinha em uma bonita festa, onde centenas de fiéis participaram da missa celebrada pelo pároco Pe. Amaurilo José da Silva. 
A missa também foi celebrada em Ação de Graças pelo aniversário de Zé Dantas, o mesmo com sua esposa Odilma coordenam o Setor Missionário Santo Antônio, os quais foram responsáveis pela organização do evento.
Na parte social foi realizado um animado leilão com muitas prendas, um grande bazar e sorteio de um ferro elétrico, com toda renda em prol da Festa da Padroeira. 
Os coordenadores do Setor Missionário Santo Antônio agradecem a participação de todos e ao mesmo tempo convida para mais uma celebração que acontecerá dia 14 de novembro na residência do casal Aldo e Maria, à rua Pofº. Jesuíno Azevedo (Por trás da Prefeitura), às 19:00 horas. 

















Parabéns ao Blog do ECC! Um ano divulgando boas notícias às famílias

Hoje 31 de outubro é um dia muito importante para o Encontro de Casais com Cristo de Jardim do Seridó. Há um ano, em 31 de outubro de 2009, surgiria o Blog do ECC: O blog da família jardinense.
Inicialmente com a intenção de divulgar o ECC - Encontro de Casais com Cristo, o nosso trabalho de evangelização, eventos, notícias e mensagens da paróquia, mas, aos poucos foi se tornando um belo meio de evangelização através da internet. Levando a todas às famílias não só o nosso trabalho, mas também mensagens, formação religiosa, reflexões e muito mais.
Agradecemos primeiro a Deus e todos que nos visitam, aos seguidores do blog, àqueles que deixam suas mensagens e comentários. Ficamos muito felizes de saber que podemos dar nossa parcela de contribuição a todos que acessam o Blog do ECC. Nosso muito obrigado e que Deus abençoe a todos.
1 - Algumas Estatísticas do nosso blog:
1.1- A nossa primeira postagem
Nossa primeira postagem se referia ao aniversário de casamento do casal do ECC de Jardim do Seridó, Quintino e Adelaide e Ronaldo e Marta, aos quais enviamos os nossos sinceros parabéns. Esta foi a primeira de mais de 740 artigos postados durante este ano.
1.2 - Alguns números
Para muitos esses números são pequenos; mas, para nós, eles são muito importantes, pois temos a certeza que somos uma pequena semente e que aos poucos renderemos muitos frutos:
• Mais de 31.200 acessos;
• 37 Seguidores;
• Somos o Blog católico mais acessado da Região do Seridó;
• Muitos comentários e mensagens deixadas por amigos de várias regiões do Brasil;
Agradecemos todos aqueles que nos ajudam direta e indiretamente com matérias, artigos e notícias para divulgarmos em nosso blog. O nosso muito obrigado aos queridos irmãos, pois, sem vocês esse primeiro aniversário não seria possível.
Paz de Cristo para todos!
Equipe do ECC de Jardim do Seridó-RN

Santo do Dia - Santo Afonso Rodrigues

Diante da "galeria" de santos da Companhia de Jesus, voltamos o nosso olhar, talvez, para o mais simples e humilde dos Irmãos: Santo Afonso Rodrigues. Natural de Segóvia na Espanha, veio à luz aos 25 de julho de 1532.

Pertencente a uma família cristã, teve que interromper seus estudos no primário, pois com a morte do pai, assumiu os compromissos com o comércio. Casou-se com Maria Soares que amou tanto quanto os dois filhos, infelizmente todos, com o tempo, faleceram. Ao entrar em crise espiritual, Afonso entrega-se à oração, à penitência e dirigido por um sacerdote, descobriu o seu chamado a ser Irmão religioso e assim, assumiu grandes dificuldades como a limitação dos estudos. Vencendo tudo em Deus, Afonso foi recebido na Companhia de Jesus como Irmão e depois do noviciado foi enviado para o colégio de formação.


No colégio, desempenhou os ofícios de porteiro e a todos prestava vários serviços, e dentre as virtudes heróicas que conquistou na graça e querendo ser firme na fé, foi a obediência sua prova de verdadeira humildade. Santo Afonso sabia ser simples Irmão pois aceitava com amor toda ordem e desejo dos superiores, como expressão da vontade de Deus. 


Tinha como regra: "Agradar somente a Deus, cumprir sempre e em toda parte a Vontade Divina". Este santo encantador, com sua espiritualidade ajudou a muitos, principalmente São Pedro Claver quanto ao futuro apostolado na Colômbia. Místico de muitos carismas, Santo Afonso Rodrigues, sofreu muito antes de morrer em 31 de outubro de 1617. 


Santo Afonso Rodrigues, rogai por nós!


30 outubro 2010

Formação: A santificação da nossa família

"A vontade de Deus  e a nossa santificação". (1Ts 4, 3a)
O lar é o lugar propício para que a santificação aconteça. Marido e mulher, pais e filhos são como facas que se amolam uma na outra. A santidade acontece dentro desse “tubo de ensaio” que Deus preparou cuidadosamente. É aí que Deus quer formar os seus santos: mulheres santas, homens santos, pais e filhos santos. É na família, por mais difícil que seja, que Deus quer formar santos. Não podemos destruir esse “tubo de ensaio”. Não podemos permitir que o inimigo o destrua. O que Ele quer é impedir a vontade de Deus: a nossa santificação e a santificação da nossa família.


Quantas revistas, filmes, quadros, pôsteres que entram na nossa casa e que nunca deveriam ter entrado, pois poluem o nosso lar! Podemos pensar que não farão mal algum, mas se levamos lixo para dentro de casa, logo aparecem o mau cheiro, as moscas, as baratas. Essa sujeira espiritual em sua casa faz dela o lugar ideal para as forças do mal se instalarem.

Precisamos ser radicais! Precisamos mudar tudo para que esse lixo não entre mais na nossa casa. Enquanto não se tiram essas revistas, livros, pôsteres, novelas, filmes, músicas, as coisas não se resolvem. Sua casa não pode guardar esse lixo. Esta é a vontade de Deus: a santificação da sua família! Se você continuar permitindo, seja por comodismo ou por não saber como agir, a contaminação vai entrar e fazer estragos na sua família e no seu próprio casamento.

A nossa casa é santa, porque proveio de Deus. Mesmo com todos os problemas, foi Deus quem a quis. A sua família não é simplesmente vontade humana, mas vontade de Deus! Sua família começou no altar, pelo Sacramento do Matrimônio. A sua casa é santa! E precisa conservar-se santa! 

Deus abençoe você!

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

(Trecho do livro "Eu e minha casa serviremos ao Senhor" de monsenhor Jonas Abib)

Santo do Dia - São Frumêncio

A história do santo de hoje se entrelaça com a conversão de uma multidão de africanos ao amor de Cristo e à Salvação. São Frumêncio nasceu em Liro da Fenícia. Quando menino, juntamente com o irmão Edésio, acompanhava um filósofo de nome Merópio, numa viagem em direção às Índias. A embarcação, cruzando o Mar Vermelho, foi assaltada e só foram poupados da morte os dois jovens, Frumêncio e Edésio, que foram levados escravos para Aksum (Etiópia) a serviço da Corte. 

Deste mal humano, Deus tirou um bem, pois ao terem ganhado o coração do rei Ezana com a inteligência e espírito de serviço, fizeram de tudo para ganhar o coração da África para o Senhor. Os irmãos de ótima educação cristã, começaram a proteger os mercadores cristãos de passagem pela região e, com a permissão de construírem uma igrejinha, começaram a evangelizar o povo. Passados quase vinte anos, puderam voltar à pátria e visitar os parentes: Edésio foi para Liro e Frumêncio caminhou para partilhar com o Patriarca de Alexandria, Santo Atanásio, as maravilhas do Ressuscitado na Etiópia e também sobre a necessidade de sacerdotes e um Bispo. Santo Atanásio admirado com os relatos, sabiamente revestiu Frumêncio com o Poder Sacerdotal e nomeou-o Bispo sobre toda a Etiópia, isto em 350.

Quando voltou, Frumêncio foi acolhido com alegria como o "Padre portador da Paz". Continuou a pregação do Evangelho no Poder do Espírito, ao ponto de converterem o rei Ezana, a rainha, e um grande número de indígenas, isto pelo sim dos jovens irmãos e pela perseverança de Frumêncio. Quase toda a Etiópia passou a dobrar os joelhos diante do nome que está acima de todo o nome: Jesus Cristo. 

São Frumêncio, rogai por nós!A história do santo de hoje se entrelaça com a conversão de uma multidão de africanos ao amor de Cristo e à Salvação. São Frumêncio nasceu em Liro da Fenícia. Quando menino, juntamente com o irmão Edésio, acompanhava um filósofo de nome Merópio, numa viagem em direção às Índias. A embarcação, cruzando o Mar Vermelho, foi assaltada e só foram poupados da morte os dois jovens, Frumêncio e Edésio, que foram levados escravos para Aksum (Etiópia) a serviço da Corte. 


Deste mal humano, Deus tirou um bem, pois ao terem ganhado o coração do rei Ezana com a inteligência e espírito de serviço, fizeram de tudo para ganhar o coração da África para o Senhor. Os irmãos de ótima educação cristã, começaram a proteger os mercadores cristãos de passagem pela região e, com a permissão de construírem uma igrejinha, começaram a evangelizar o povo. Passados quase vinte anos, puderam voltar à pátria e visitar os parentes: Edésio foi para Liro e Frumêncio caminhou para partilhar com o Patriarca de Alexandria, Santo Atanásio, as maravilhas do Ressuscitado na Etiópia e também sobre a necessidade de sacerdotes e um Bispo. Santo Atanásio admirado com os relatos, sabiamente revestiu Frumêncio com o Poder Sacerdotal e nomeou-o Bispo sobre toda a Etiópia, isto em 350.

Quando voltou, Frumêncio foi acolhido com alegria como o "Padre portador da Paz". Continuou a pregação do Evangelho no Poder do Espírito, ao ponto de converterem o rei Ezana, a rainha, e um grande número de indígenas, isto pelo sim dos jovens irmãos e pela perseverança de Frumêncio. Quase toda a Etiópia passou a dobrar os joelhos diante do nome que está acima de todo o nome: Jesus Cristo. 

São Frumêncio, rogai por nós!A história do santo de hoje se entrelaça com a conversão de uma multidão de africanos ao amor de Cristo e à Salvação. São Frumêncio nasceu em Liro da Fenícia. Quando menino, juntamente com o irmão Edésio, acompanhava um filósofo de nome Merópio, numa viagem em direção às Índias. A embarcação, cruzando o Mar Vermelho, foi assaltada e só foram poupados da morte os dois jovens, Frumêncio e Edésio, que foram levados escravos para Aksum (Etiópia) a serviço da Corte. 

Deste mal humano, Deus tirou um bem, pois ao terem ganhado o coração do rei Ezana com a inteligência e espírito de serviço, fizeram de tudo para ganhar o coração da África para o Senhor. Os irmãos de ótima educação cristã, começaram a proteger os mercadores cristãos de passagem pela região e, com a permissão de construírem uma igrejinha, começaram a evangelizar o povo. Passados quase vinte anos, puderam voltar à pátria e visitar os parentes: Edésio foi para Liro e Frumêncio caminhou para partilhar com o Patriarca de Alexandria, Santo Atanásio, as maravilhas do Ressuscitado na Etiópia e também sobre a necessidade de sacerdotes e um Bispo. Santo Atanásio admirado com os relatos, sabiamente revestiu Frumêncio com o Poder Sacerdotal e nomeou-o Bispo sobre toda a Etiópia, isto em 350.

Quando voltou, Frumêncio foi acolhido com alegria como o "Padre portador da Paz". Continuou a pregação do Evangelho no Poder do Espírito, ao ponto de converterem o rei Ezana, a rainha, e um grande número de indígenas, isto pelo sim dos jovens irmãos e pela perseverança de Frumêncio. Quase toda a Etiópia passou a dobrar os joelhos diante do nome que está acima de todo o nome: Jesus Cristo

São Frumêncio, rogai por nós!


29 outubro 2010

Formação: Sexo no Plano de Deus

O livro do Gênesis  assegura que ao criar todas as coisas Deus "viu  que tudo era bom" (Gn 1,25). Portanto, tudo o que Deus fez é belo.
O mal, muitas vezes,  consiste no uso mau das coisas boas. Por exemplo, uma faca é uma coisa boa; sem ela a cozinheira não faz o seu trabalho. Mas, se um criminoso usar a faca para tirar a vida de alguém, nem por isso a faca se torna má. Não. O mal é o uso errado que se fez dela.
Da mesma forma o sexo é algo criado por Deus e maravilhoso. É por ele que a criança inocente vem ao mundo.
Como Deus deu ao casal humano, a missão de gerar os filhos, "crescei e multiplicai" (Gen 1,28), providenciou o sexo como instrumento de procriação. E mais, para fortalecer a união e o amor do casal, fez do sexo também o meio mais profundo da "manifestação" do amor conjugal. Podemos dizer que o ato sexual é a  "celebração do amor", como que a "liturgia do amor conjugal". E é no ápice desta celebração do amor, que o filho é concebido. Isto é, ele não é somente a carne e o sangue do casal, mas principalmente,  o fruto do seu amor. É por isso que a vida sexual de um casal que não se ama de verdade, nunca é harmoniosa.
O sexo é manifestação do amor. Sem este, ele fica vazio, desvirtuado e perigoso como aquela faca na mão do assassino. Faz muitas vítimas... O que é a prostituição, senão o sexo sem amor? É apenas um ato de prazer, comprado, com dinheiro ou outros meios.
No plano de Deus a vida sexual só tem lugar no casamento. São Paulo há dois mil anos já ensinava aos coríntios:
"A mulher não pode dispor do seu corpo: ele pertence ao seu marido. E também o marido não pode dispor do seu corpo:   ele pertence à sua esposa" (1 Cor 7,4).

Missas da Peregrinação da Festa de Nossa Senhora da Conceição para este final de semana em Jardim do Seridó

- DIA 29/10 (Sexta-feira) - Missa na residência de Geraldo e Fatila à rua Presidente Kennedy, 322 - Bairro São João às 19:00 horas.
Celebrante: Pe. Amaurilo José da Silva.
Setor Missionário responsável: Setor Santa Teresinha.

- Dia 30/10 (sábado) - Missa na residência do casal Omides e Teresinha no sítio Curú no município de Jardim do Seridó às 19:30 horas.
Celebrante: Pe. Amaurilo José da Silva.
Setor Missionário responsável: Setor Santo Antônio.

- Dia 30/10 (Domingo) - Missa na residência de Arizete na rua Ver. Francisco Procópio (próximo ao cemitério público) às 19:00 horas.
Celebrante: Pe. José Marcos (Pe.Marquinhos).
Setor Missionário responsável: Setor Santa Terezinha.

- Dia 31/10 (Domingo) - Missa na residência do casal José Jailton e Jailma rua no Sítio Cacimba Velha às 19:00 horas.
Celebrante: Pe. Amaurilo José da Silva.
Setor Missionário responsável: Setor São Francisco.
- Na parte social haverá leilão, bazar com muita animação, tudo em prol da festa da padroeira de Jardim do Seridó-RN. Venham todos. Participe!

Mensagem para Reflexão

Só depende de nós!
Podemos e devemos contagiar o mundo com as nossas boas ações. A impressão que se tem é a de que o mal é mais forte, justamente porque ele faz muito barulho, mas é só barulho. O mal não prevalece, porque ele mesmo se devora. Por outro lado, o bem prevalece, porque a sua fonte é o amor, e o amor jamais se acabará.
O mundo – para ser melhor – depende de nós, das nossas escolhas, da nossa determinação. Podemos contagiar o ambiente onde estamos com alegria, esperança, amor e partilha; só depende de nós.
Vamos predispor o nosso coração a fazer o bem no dia de hoje e a espalhar as sementes de uma vida nova?
“Deus ama o que dá com alegria. Poderoso é o Senhor para cumular-vos com toda a espécie de benefícios, para que tendo sempre e em todas as coisas o necessário, vos sobre ainda muito para toda espécie de boas obras” (II Cor 9, 7b-8).
Quando damos do que temos de melhor, Deus realiza o milagre em nossa vida, em nosso ambiente de trabalho, em nossos relacionamentos e na vida das pessoas com as quais convivemos. O milagre acontece quando partilhamos o que temos.
Jesus, eu confio em Vós!

Formação: O divórcio começa no coração

Casais, quebrem a dureza do coração
As relações conjugais estão em crise, pois cada pessoa quer a sua própria felicidade, e os casais, hoje, estão se divorciando por qualquer motivo.
A raíz do divórcio é a "dureza de coração". Mas hoje Jesus quer falar para as famílias que o divórcio acontece, primeiramente, nos corações dos casais, para depois ir para o papel.
Vou contar-lhes uma história que ouvi, cujo autor é desconhecido:
O homem por detrás do balcão, olhava a rua de forma distraída, enquanto uma garotinha se aproximava da loja, ela amassou o narizinho contra o vidro da vitrina. Os seus olhos da cor do céu, brilharam quando viu determinado objeto. Ela entrou na loja e pediu para ver o colar de turquesas azuis.
- É para minha irmã. Você pode fazer um pacote bem bonito?
O dono da loja olhou desconfiado para a garotinha e lhe perguntou:
- Quanto dinheiro você tem?
Sem hesitar, ela tirou do bolso da saia um lenço todo amarradinho e foi desfazendo os nós. Colocou-o sobre o balcão, e feliz disse:
- Isto dá, não dá? (Eram apenas algumas moedas que ela exibia orgulhosa.)
- Sabe, continuou, eu quero dar este presente para minha irmã mais velha. Desde que morreu nossa mãe, ela cuida da gente e não tem tempo para ela. Hoje é aniversário dela e tenho certeza que ela ficará feliz com o colar que é da cor dos olhos dela.
- O homem foi para o interior da loja. Colocou o colar em um estojo, embrulhou com um vistoso papel vermelho e fez um laço caprichado com uma fita verde.
- Tome! Disse para a garota. Leve com cuidado.
Ela saiu feliz saltitando pela rua abaixo. Ainda não acabara o dia, quando uma linda jovem de cabelos loiros e maravilhosos olhos azuis adentrou a loja. Colocou sobre o balcão o já conhecido embrulho desfeito e indagou:
- Este colar foi comprado aqui?
- Sim senhora.
- E quanto custou?
- Ah! Falou o dono da loja. O preço de qualquer produto da minha loja é sempre um assunto confidencial entre o vendedor e o freguês.
- A moça continuou: - Mas minha irmã somente tinha algumas moedas. E esse colar é verdadeiro, não é? Ela não teria dinheiro para pagar por ele.
O homem tomou o estojo, refez o embrulho com extremo carinho, colocou a fita e o devolveu à jovem.
- Ela pagou o preço mais alto que qualquer pessoa pode pagar. Ela deu tudo que tinha!
O silêncio encheu a pequena loja, e lágrimas rolaram pela face da jovem, enquanto suas mãos tomavam o embrulho. Ela retornava ao lar emocionada...
Você é capaz de tudo pela sua família? Você precisa dar tudo o que tem por ela. Para que você se casou? Por que você está noivo? O que o motiva a se unir a esta mulher ou a este homem?
Esposa, procure tempo para olhar dentro do olho do seu esposo e dizer que o ama. Isso não é coisa de casal "novinho"; isso é característica de família. Espero que ninguém "morra" em sua casa. Espero que você não durma do lado de um cadáver.
Se as coisas estão mal para sua família, opte por andar pelo verdadeiro caminho que é Jesus. Ele grita ao nosso coração: "Sua família é boa, o seu casamento é bom". Deus acredita na sua família, Deus acredita em você, na sua história. Deixe de ser tonto! Ande pela estrada certa e não se esqueça de que o caminho é Jesus; se você quiser que sua família seja feliz, entregue-a para Ele.
Casais, quebrem a dureza do coração, amem, porque ainda há tempo! Amem seus filhos enquanto há tempo, porque eles vão crescer. Esse é o momento certo, tempo de dar atenção a eles. Quebrem a dureza de coração! Peço-lhes hoje: voltem para suas casas sem medo, o caminho é Jesus.
Há solução para sua família, e ela começa em seu coração. Não se desvie o caminho, pois, você e sua casa são do Senhor".
Texto produzido a partir da pregação em Jan.2006
Alexandre de Oliveira
Missionário na COmunidade Canção Nova

Santo do Dia - São Narciso

O santo de hoje, São Narciso, foi Bispo de Jerusalém e, quando se deu tal fato, devia ter quase cem anos de idade. Narciso não era judeu e teria nascido no ano 96. Homem austero, penitente, humilde, simples e puro, sabe-se que presidiu com Teófilo de Cesareia a um concílio onde foi aprovada a determinação de se celebrar sempre a Páscoa num Domingo.

Eusébio narra que em certo dia de festa, em que faltou o óleo necessário para as unções litúrgicas, Narciso mandou vir água de um poço vizinho, e com sua bênção a transformou em óleo. Conta também as circunstâncias que levaram Narciso a demitir-se das suas funções.

Para se justificarem de um crime, três homens acusaram o Bispo Narciso de certo ato infame. "Que me queimem vivo - disse o primeiro - se eu minto". "E a mim, que me devore a lepra", disse o segundo. "E que eu fique cego", acrescentou o terceiro. O desgosto de ser assim caluniado despertou em Narciso o seu antigo desejo pelo recolhimento e, por isso, sem dizer para onde ia, perdoou os caluniadores e saiu de Jerusalém em direção ao deserto. Considerando-o definitivamente desaparecido, deram-lhe por sucessor a Dio, ao qual por sua vez sucederam Germânio e Górdio. Todavia, os três caluniadores não tardaram a sofrer os castigos que em má hora tinham invocado, pois o primeiro pereceu num incêndio com todos os seus, o segundo morreu de lepra e o terceiro cegou à força de tanto chorar o seu pecado.

Alguns anos depois, Narciso reapareceu na cidade episcopal. Nunca tinha sido posta em dúvida a santidade do seu procedimento.; por isso, foi com imensa alegria que Jerusalém recebeu seu antigo pastor. Segundo diz Eusébio, continuou Narciso a governar a diocese até a idade de 119 anos, auxiliado por um coadjutor chamado Alexandre. Faleceu cerca do ano de 212. 

São Narciso, rogai por nós!


28 outubro 2010

Mensagem para Reflexão


O que realmente importa...
Era uma vez o jovem que recebeu do rei a tarefa de levar uma mensagem
e alguns diamantes a um outro rei de uma terra distante. Recebeu também o melhor cavalo do reino para levá-lo na jornada.
- Cuida do mais importante e cumprirás a missão!
- Disse o soberano ao se despedir.
Assim, o jovem preparou o seu alforje, escondeu a mensagem na bainha da calça e colocou as pedras numa bolsa de couro amarrada a cintura, sob as vestes.
Pela manhã, bem cedo, sumiu no horizonte. E não pensava sequer em falhar.
Queria que todo o reino soubesse que era um nobre e valente rapaz, pronto para desposar a princesa. Aliás, esse era o seu sonho e parecia que a princesa correspondia às suas esperanças.
Para cumprir rapidamente sua tarefa, por vezes deixava a estrada e pegava atalhos que sacrificavam sua montaria. Assim, exigia o máximo do animal.
Quando parava em uma estalagem, deixava o cavalo ao relento, não lhe aliviava da sela e nem da carga,
tampouco se preocupava em dar-lhe de beber ou providenciar alguma ração.
- Assim, meu jovem, acabas perdendo o animal – disse alguém.
- Não me importo – respondeu ele - Tenho dinheiro.
Se este morrer, compro outro.
Nenhuma falta fará!

Mensagem para Reflexão

Deus justifica os humildes pecadores

No Evangelho de São Lucas 18,9-14, Jesus nos alerta que não basta ser perseverante e insistente na oração. 

É preciso reconhecer e confessar a própria pequenez, recorrendo à misericórdia de Deus. De nada adianta o homem justificar a si mesmo, pois a justificação é dom de Deus.

Entre nós e pelo mundo afora, percebemos que muitas pessoas invocam o nome santo de Deus, vão à missa, professam-se cristãos, criam uma religião ao sabor de seus interesses para acobertar os desmandos que cometem e as vidas que eliminam impunemente.

No fundo, nada fazem senão repetir a velha tática de querer manipular a Deus, considerando-se piedosos e homens de igreja, tentando ganhar simpatias e cargos para continuarem explorando e matando.

Ritos e funções religiosas, por si só, não convencem a Deus. O termo “religioso” ou “católico” pode encobrir ambiguidades e contradições. Não cabe a nós julgar, mas a palavra de Deus, neste trecho do Evangelho, insiste em afirmar que Deus não aprova ofertas, ritos e celebrações que procuram “comprar”. Deus, pois, só Ele, e não nossas ações, pode justificar. E Ele justifica quem reconhece seu nada e miséria, descobrindo que o amor e a justificação são gestos da gratuidade de Deus.

Por: DOM EURICO DOS SANTOS VELOSO
ARCEBISPO EMÉRITO DE JUIZ DE FORA, MG.
Fonte: www.catequisar.com.br

Papa a Bispos Brasileiros: “Quando os direitos fundamentais da pessoa ou a salvação das almas o exigirem, os pastores têm o grave dever de emitir um juízo moral, mesmo em matérias políticas”

Fonte: Jornal Gazeta do povo
O Papa Bento XVI disse hoje, a bispos brasileiros, no Vaticano, que é papel da Igreja emitir juízo moral em questões políticas quando isso for importante para defender os direitos fundamentais da pessoa.
No discurso, ao qual a reportagem da Gazeta do Povo teve acesso com exclusividade, o Pontífice afirmou que os padres devem se posicionar quando estiverem em discussão temas como aborto e a eutanásia (a abreviação da vida de doentes terminais).
Embora não fale diretamente sobre o processo eleitoral brasileiro, o pronunciamento, feito a três dias do segundo turno presidencial, pode ser visto como um aval à postura de religiosos que criticaram candidatos e programas de governo pró-aborto – caso, por exemplo, do bispo de Guarulhos, dom Luiz Gonzaga Bergonzini, que teve um artigo sobre o tema retirado do site da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).
O pronunciamento do Papa foi feito nesta manhã aos integrantes da regional do Maranhão (Regional Nordeste 5) da CNBB, que fazem visita oficial ao Vaticano nesta semana. De acordo com a regra da Igreja Católica, todos os bispos precisam se reunir com o Papa a cada cinco anos.
O discurso do Papa afirma que, em princípio, o dever de construir uma sociedade mais justa por meio da política não cabe aos sacerdotes. No entanto, diz que há temas em que os bispos e os padres podem e devem se posicionar politicamente. É o caso da defesa da vida, por exemplo.
Para ilustrar seu ponto de vista, Bento XVI usou um trecho de um dos principais documentos do Concílio Vaticano II, de 1963 – a constituição apostólica Gaudium et Spes, que fala sobre a Igreja no mundo atual. De acordo com o texto, a Igreja, “em razão da sua missão e competência, de modo algum se confunde com a sociedade nem está ligada a qualquer sistema político determinado”. Porém, deve ter direito a sempre “pronunciar o seu juízo moral mesmo acerca das realidades políticas, sempre que os direitos fundamentais da pessoa ou a salvação das almas o exigirem”.
O texto do Papa afirma, sem citar nomes ou partidos, que projetos políticos que pregam a descriminalização do aborto ou da eutanásia traem o ideal democrático. E diz que seria ilusório afirmar que essas práticas seriam validadas em função de qualquer defesa de direitos humanos – em contraposição à tese de que o aborto é um direito da mulher decidir sobre seu próprio corpo.
Bento XVI também reforçou a defesa da educação religiosa e do ensino confessional e plural da religião na escola pública brasileira – algo que é combatido por uma linha política que diz que o Estado deve ser laico (sem religião). Novamente, o texto cita um documento da Igreja: neste caso, a encíclica Caritas in Veritate, do próprio Bento XVI. “A religião cristã e as outras religiões só podem dar o seu contributo para o desenvolvimento, se Deus encontrar lugar também na esfera pública, nomeadamente nas dimensões cultural, social, econômica e particularmente política”, diz um trecho da encíclica.
Finalmente, o Papa defendeu ainda a existência de símbolos religiosos em prédios públicos, afirmando que eles são uma lembrança da transcendência do homem. Bento XVI dirá ainda que isso faz sentido especialmente no Brasil, país de tradição católica que tem como um de seus principais símbolos a estátua do Cristo Redentor.

Halloween! Que motivos temos para celebrar?

A cada ano torna-se mais popular as comemorações do Halloween no Brasil. Mas que motivos teríamos para celebrar tal data, sendo que a pouco tempo atrás, o dia 31 de Outubro não tinha nenhuma importância para o nosso calendário?
Sabemos que a palavra Halloween tem sua expressão da contração errada da palavra em inglês “All Hallow Eve” que significaria na versão para o português em “Dia de Todos os Santos”.
Este tipo de celebração surgiu na Irlanda no século 5º A.C. onde se acreditavam no retorno dos espíritos em busca de corpos para poder “viver” por mais um ano. A pessoa do Jack – o lanterna, seria de um homem que teria enganado o demônio, após ter feito um pacto com ele…
Sendo assim, conta a crença que as pessoas temendo serem possuídas por esses espíritos se descaracterizavam na tentativa de, assemelhar-se a eles, promovendo barulhos e destruição. Quanto maior fosse a algazarra, maior seriam as chances de enganar os espíritos que estariam vagando.
Percebemos que em pouco tempo, houve uma intervenção cultural e, sem restrições, foi absorvida por parte da população. Aquilo que fazia parte somente de um folclore estrangeiro, lentamente foi inserido junto às escolas de idiomas, que justificando mostrar o comportamento e costumes de uma região foram fixando em seus calendários.
Hoje já não é diferente em outras escolas e até mesmo os clubes sociais, bailes que se esmeram na decoração com cenário, por vezes macabra, os quais exigem como figurino máscaras, fantasias e maquilagem pálidas.
O que estaríamos verdadeiramente comemorando? Quais os motivos que teríamos para exaltar?
De norte a sul do país, o folclore brasileiro enriquece a nossa cultura com as histórias de mula sem cabeça, saci pererê, lobisomem, curupira, boto, mãe d´água, bumba meu boi, entre outros. Se a moda de celebrar os motivos folclóricos se tornar um costume, boa parte do nosso calendário será recheado de muita festa sem motivos de celebração.
Um abraço. Até mais

Related Posts with Thumbnails